A magia do mini-padeiro

Já comeu um pão quentinho hoje? Eu já! É que eu tenho um mini-padeiro, como eu gosto de dizer, escondido dentro da minha máquina de fazer pão. Uma verdadeira padaria particular à nossa disposição, não importa a hora ou o dia da semana.

Sou realmente fã da minha máquina de pão. Confesso e não tenho vergonha! Mas sei, e respeito, aquelas pessoas que são adeptas ao método tradicional, que gostam de meter a mão na massa. Certa vez, lendo um blog de receitas, uma blogueira foi categórica ao anunciar que é contra, totalmente contra essas máquinas. Vá saber por quê?! Bom, eu sou fã!

A máquina de pão me ganhou na primeira fornada, quando acordei num dia de semana normal, com cheirinho de pão fresquinho na casa, faltando poucas horas antes de ir para o trabalho. Ahhhh, esse prazer poucas pessoas fiéis ao método tradicional vão ter.

Menu da máquina: SIMPLES!
Menu da máquina: SIMPLES!

Nós aqui, já temos nossa máquina há mais de um ano, é da marca Cadence, comprada na Polishop. A máquina não é nada de mais e acho até que tem marcas melhores no mercado, mas estamos bem felizes com a nossa, e continuamos acreditando que a única explicação plausível para a máquina fazer o que faz é que, de fato, deve haver um mini-padeiro escondido ali dentro (=

Cestinha com pão fresquinho!
Cestinha com pão fresquinho!

Funcionamento: fácil, fácil

O funcionamento dela é MEGA simples e o princípio vale para a maioria das máquinas disponíveis no mercado. A máquina é meio quadrada/ retangular e tem, pelo menos: uma cesta metálica, com um pino e uma hélice (é ela que faz o mexe-mexe e sova-sova da massa); um copo medidor e uma colher também para medir. Algumas têm ainda outras formas de acessório para fazer uns pães em outros formatos que não um retângulo, mas, particularmente, acho desnecessário, pois quando quero fazer outros formatos, ou faço bolinhas ou eu asso em outra forma que já tenho em casa. Ah sim, e todas as máquinas que vi até hoje, já vem acompanhadas com livrinhos de receita.

Copo e colher medidor. Com marcas de medidas em ml =)
Copo e colher medidor. Com marcas de medidas em ml =)

Siga as receitas e é 90% de dar tudo certo. 10% é pra contar com imprevistos e acidentes, ali no outro parágrafo conto alguns pra vocês. Mas no geral, é muito, muito, muito simples! Comece colocando o líquido, depois os secos, por último, protegido da água, sentado sob todos os outros ingredientes, a estrela mor: o fermento biológico. Aperte o botão para selecionar o programa que está indicado na receita e, hocus pocus, seu pão estará pronto em algumas horas. Normalmente, um ciclo leva 3 horas, ou se preferir, você pode deixar programado a noite, para acordar com cheirinho de pão no ar.

Fatias de pão com linhaça, já no prato!
Fatias de pão com linhaça, já no prato!

Nem sempre dá certo, nem tudo vira pão

Mas afinal, e os 10% de imprevistos, o que pode realmente acontecer? Eu li num blog que o padeiro do restaurante D.O.M de São Paulo (mega restô chique de Sampa), testou três máquina e precisou de três fornadas de cada máquina para acertar um pão – detalhe, ele tinha uma equipe. Bom, não sei ao certo o que aconteceu por lá, só sei que eu não acho nada complicado, mas os 10% de imprevisto, ah, destes eu não tenho como escapar.

Segue um mini-post sobre “Houston, we have a problem”: desastres com uma máquina de pão. Aprenda com meus erros e NÃO repita isso em casa:

  • Hélice: nunca, eu repito, nunca esqueça de colocar a hélice! Já esqueci uma vez e, posso garantir, o pobre do pino de encaixe da hélice não faz nada sozinho. Acordei esperando o cheiro de pão e nada além de um monte de ingrediente um pouco “cozido” na cesta 😦 Seria a hélice o mini-padeiro?
  • Fermento: nunca, eu repito, nunca esqueça de colocar o fermento! Eu também já esqueci e quando acordei até que tinha cheirinho de pão na casa, maaaas, quando abri a máquina só vi um tijolão sovado. Affff…. o Tonho tentou me animar e disse que era um pão judaico e comeu um pedacinho. Só um pedacinho.
  • Milharina: a primeira vez que tentei fazer um pão de milho em casa, coloquei todos os ingredientes a noite e quando acordei, tudo o que tinha ali era um cuscuz muito mal feito. É que a milharina “chupa” mais água. Tentei de novo, dessa vez, de dia, prestando atenção ao ciclo da máquina e acompanhando a mistura. Quando percebi que estava meio seco, coloquei mais água. Funcionou! Mas foi no olhometro.

Pra terminar, outras infos que podem ser interessantes: nossa máquina deu problema com menos de um ano, ou seja, ainda na garantia. Levamos na assistência e funcionou tudo muito bem! Outro detalhe importante é que a hélice no fundo da cestinha vai SEMPRE deixar uma buraco no pão. Mas o que é um buraquinho embaixo do pão, diante de um pão inteirinho quentinho, né não?!

MFP_PaoInteiroLinhaca

Agora vamos deixar de conversa e pegar a manteiga para ver ela se derretendo toda….

Beijos quentinhos, com manteiga derretida!

37 Comments Add yours

  1. Cristina Gomes diz:

    Um, elicia…lo
    Cath, sou super fã da minha maquina também…Adoro bombar os pães com linhaça, quinua, gergelim…Sem contar que a sensação de comer um pãp feitos com os ingredientes que vc selecionou e com a limpeza que vc deseja e bom demais…
    Beijos e parab´nes pelo blog!

    1. cathvale diz:

      Oi Cristina! É isso o que mais gosto de fazer o pão em casa: saber que eu pude selecionar os ingredientes! É bom saber que há outras entusiastas de máquina de pão (=

  2. Luciana diz:

    Eu não sei porrrqueeeee – me diga por favoooor – que o quando eu deixo os ingredientes na máquina e programo pra acordar com o cheirinho do pão o meu pão nãaaao cresce! Quando eu coloco e faço na hora, é uma maravilha. O meu predileto é o de cenoura, já fez?

    1. cathvale diz:

      Hummm, boa pergunta, cunhada! Até porque ai na terrinha é QUENTE o suficiente. Algumas coisas que podem estar atrapalhando a mágica do mini-padeiro: a) se o fermento biológico entrar em contato com a água ANTES de começar o ciclo. Se for esse o caso a sugestão é: fazer um “vulcãozinho” com todos os ingredientes em pó, garantindo que a água fique BEM lá em baixo e só então acrescentar o dito fermento. b) Certificar-se de que não está usando farinha de trigo já incrementada com fermento. c) aumentar a “dose” de fermento para 2 col e 1/2.
      Como disse, a vez que fiz e o pão não cresceu, foi porque usei milharina, que “chupa” muita água.
      Essas dicas ajudaram? Vou continuar pesquisando….
      Beijão!

  3. Oi Cath, adorei o blog!!! Virei aqui sempre ver as novidades!!! Parabéns!!! Está tudo lindo, o nome também adorei!!!
    Beijos,
    Ana Carol Crocks

    1. cathvale diz:

      EEEeeeEEE, obrigada! Pode vir sempre por aqui, espero que um ou outro utensílio seja útil (=

  4. Sabe que sempre quis ter uma máquina de pão? Depois parei de pensar nisso, mas agora lendo seu post, fez ressurgir a vontade.
    Beijos

    1. cathvale diz:

      VONTADE RESURGIDA! Ahhhh-dorei, Carol! Crie coragem – peça de presente 😉 Pão é “só” uma das coisas que dá pra fazer com essa maquininha. Já até vi vídeos do youtube de gente COZINHANDO uma refeição na máquina. Como se diz no Ceará: “pense”!
      Bjs!

      1. Patrícia diz:

        ADOOOORO!!!
        Uma outra coisa que sempre faço na minha é massa de pizza… fica ótima, não tem que sovar, é só esticar no tabuleiro, colocar o molho e os outros ingredientes que você quiser e vai pró forno! Assim dá para controlar a quantidade do que você come na pizza (eu acho que aqui no Rio colocam sempre muuuito queijo, em comparação com o que estou habituada da Alemanha e Itália… mas cá entre nós, até mesmo em Itália eu já comi pizza bem piorzinha que essa que eu faço em casa! Pode??)
        Experimente!

        (no livrinho da minha vem até como fazer compotas de frutas com ela, mas nunca experimentei… medo de estragar e ficar sem o meu mini-padeiro!! 🙂 adorei essa ideia…)

      2. cathvale diz:

        Já viu no outro post que fiquei sem máquina, né? Mas faço pizza em casa sim! Aliás, aqui em casa ou é pizza caseira ou pedida, daquelas congeladas, não compro mais!!! Molho caseiro e recheios que queremos, não tem nada igual! E agora tenho feito massa parcialmente integral, as vezes misturada com gergelim – cada vez melhor! Já geleia, nunca fiz! Bjs!!!

  5. Fernanda diz:

    Cath, sou super fã da máquina de pão! Temos a nossa desde 2005 e não abrimos mão!!rsrs
    Só de ter pão quentinho e o cheirinho na casa pela manhã, e….o fato de não ter que sovar a massa já deixam apaixonada por ela!!kkk
    Adorei a história do pão judaico!!kkkkkk
    Bjs Fe

    1. cathvale diz:

      Oi Fe! Isso, o fato de não ter que sovar é OTIMO =) Pra não dizer que não faço nada, quando faço pizza eu mexo um “cadin” na massa e também quando me inspiro para fazer mini-pães. Uma mexidinha, umas bolinha e pronto: pãozinho fresquinho!
      Estou feliz por saber que não sou só eu que sou fã da máquina. Ah, aliás, encontrei um blog dedicado exclusivamente à máquina de pão, espia lá: http://www.maquinadepao.com/
      Bjs!

  6. Tamy diz:

    Cath!!!! Você tem cara de aventuras arriscadas… se eu fosse você fazia pro Tonho! Ele merece… hahahha!!! Quanto a MFP, menina, ainda não tenho a minha, só por conta da falta de espaço.. um dia quem sabe!!! Beijos
    PS: post minuciosamente perfeito!!! Adorei…

  7. laudenice diz:

    Oi Cath 🙂

    o maior problema da maquinha de fazer pao eh a meu ver ter uma cozinha grande o suficiente pra colocar a tal da maquina 🙂 mas mesmo se eu tivesse uma cozinha assim eu acho que nao compraria, simplesmente pq aqui tem pao gostoso demais pra comprar na padaria, e nem precisa ser quente nao 🙂
    um grande beijo
    Lau

    1. cathvale diz:

      Oi Lau! Menina, se eu fosse esperar ter uma cozinha grande pra ter minhas coisas, não teria nada, hahahaha. Mas vou improvisando. Agora, eu concordo que, com os pães daí não tem combate. Aliás, um dos grandes motivos de ter uma máquina foi querer fazer uns pães melhores. As vezes minha amiga alemã me dá “Kürbiskern” e “Brotgewürtz” pra poder matar a saudade 🙂
      Aliás, vais ver por aqui um tanto de coisa daí (=
      Beijos!

  8. Neyla diz:

    Olha, gata, que eu amei o blog e já até o divulguei por aí você sabe, mas o que eu quero mesmo dizer é que tô desejando um pão caseiro… Não rola uma encomenda não? E eu não tô brincando… bjs!

    1. cathvale diz:

      Encomenda??? Aceito! Mas tem que vir aqui buscar e tomar um café – e eu tmb não tô brincando, viu 😉

      1. neyla diz:

        Ahhhh!!! Então depois do carnaval, me aguarde! Pão caseiro. integral pra amiga aqui, e café ainda vem no combo de uma visitinha! Amei! Já quero até marcar… pra ter pão pro namorado quando ele chegar, dia 18. Beeeeijos amiga, saudades!

      2. cathvale diz:

        Domingo, após o carmaval. Pode deixar anotado! Café a tarde lá em casa…. Bjs!

  9. rchacon diz:

    OI, conheci o blog agorinha e logo vi esse post. Vai parecer um sacrilegio, mas tenho uma maquina de pao tem uns 2 anos e usei no maximo 4 vezes, meus paes ficam muito ruins! Serio, ate comprei um livro com outras receitas mas nada da certo… será um encosto de um velho padeiro que grudou na maquina? ou eu mesmo… dependendo da resposta pode ser minha ultima participação rsrsrsrsrs. Parabens pelo blog

    1. cathvale diz:

      Olá!!! Primeiramente, fico feliz que tenha gostado do blog (= Agora, “encosto de um velho padeiro”??? Hahahahaha, já pensou?! Sessão de exorcismo na máquina de pão, isso dá um post loooongo 😉 Mas sério, já tentou fazer um pão sob a sua supervisão? Coloca todos os ingredientes e vai acompanhando, pra ver onde ou o que pode estar dando errado… eu sei, parece ser trabalho demais, mas a máquina já tá ai, né? Aliás, qual a marca? E o fermento biológico que tens usado? Ai, ai, muitas perguntas! E agora? Será que você volta por aqui 😉

      1. rchacon diz:

        Oi, a maquina é uma britania multipane e o fermento que tenho usado é o royal mesmo. Todos os comentários acima me deram uma animada para tirar o pó da maquina e tentar de novo. Ah, assunto nada a ver, mas vi que voce é de Brasilia e conhece o João e a Marcelle. Coincidência que eu também!

      2. cathvale diz:

        Ahhhh, fermento royal mesmo? Nããããããão! Criatura, o fermento royal é químico, serve pra bolos, mas definitivamente um bom pão pede um bom fermente BIOLÓGICO. Sabe qual é? Ele é meio fedorentinho, vem em tablete (no super fica normalmente na parte resfriada), ou pode vir em pacotinho (biológico seco), parece uma micro-ração, é meio bege…. procura da marca Fleischmann (www.fleischmann.com.br) ou do Dr. Oetker.
        Ah sim, e conheço o João e a Celle siiiimmmmm – muito, muito queridos! Já até falei com o João sobre você 😉
        Agora teste fazer um novo pão e me diz se prestou 😛

  10. Chris diz:

    Cath,
    também sou fã incondicional da MFP, a minha, da mesma marca que a sua. Até pão australiano já fiz com ela (só para assar é que tem que ser no convencional).

    Você já fez a receita de pão de leite condensado? É divinoooooooooooo!

    Ai, ai… acho que vou até comprar uma 220V, pois ficar com o barulho do transformador a noite inteira zumbindo é fogo! Hmpf.

    beijooooooooooos

    1. cathvale diz:

      Pois é, já vi altas receitas do pão australiano, mas te confesso que enquanto a gente não enjoar do pão italiano temperadíssimo e picante, do pão pesto, do pão de milho, de requeijão, integral…. eita, nem sinto (ainda) muita vontade de experimentar outras receitas. Mas nada que não mude rapidinho, né? E providenciar uma 220 não seria má ideia 🙂

  11. Sonho de consumo… uma máquina de fazer pão!!
    marido sempre me freia dizendo que vou fazer tanto pão que a dieta vai sair da linha, vai por água abaixo! kkkkkkk!
    Adorei. bjokas

    1. cathvale diz:

      Tenho uma amiga que tmb diz isso, mas ela conseguiu ter uma (= Ô Dani, é MUITO bom! Aliás, você já provou o quanto é bom 😉

  12. Fabiana diz:

    Garota! Me arruma aí a receita do pão australiano na MFP? Não precisa ser por agora. Mas vá pensando em um post sobre o tal pão para um dia desses. O melhor de tudo é fazer, com ele, um sanduíche de sardinha com cebola roxa para acompanhar uma boa Guinness. (Tá bom. Sei que é veggie, mas o sanduíche é mesmo muito bom!).
    Já te disse ao vivo e repito aqui: o blog está lindo e muito bacana. Parabéns! Bj.

    1. cathvale diz:

      Pronto, já passei a receita que eu recebi. Agora pode fazer e nos convidar 🙂 Aí vocês comem com sardinha e a gente fica no queijinho (= E da próxima vez: duas pizzas, pó dexá!

  13. Ana Carol Crocks diz:

    Oi Cath, incentivada por você, até que enfim comprei minha máquina de pão. Comprei a da Britânea. Gostaria de saber se estas receitinhas aí que vc faz e adora, se são aquelas receitinhas que acompanham o produto. É que queria umas sugestões de qual receita fazer pra ter certeza de sucesso aqui em casa!!!
    Beijos

    1. cathvale diz:

      Ana Carol – Q-u-e L-E-G-A-L! Parabéns pela compra e espero que seu mini-padeiro não a decepcione 😉
      Bom, eu realmente uso as receitas que vieram com a minha MFP e deram certo – exceto pelos ‘causos’ que já contei ali em cima 😛
      A primeira receita que tentei foi do pão mais tradicional que tinham. Ou seja, um pão branco, simples, sem muito tempero ou ingredientes diferentes. Fui de algo que eu pudesse provar e dizer se estava de acordo com minhas expectativas. Então indico isso: escolhe uma receita mais básica para fazer a primeira tentativa 🙂 Segue tudo direitinho, usa fermento biológico (e depois guarda em um vidrinho escuro) e pronto!
      Boa sorte e depois diz se funcionou!
      Bjs!

  14. Sarom diz:

    Olá, Cath, acabo de conhecer esse seu cantinho, amei !!!
    Muito animada com a idéia de ter em casa fresquinhos e quentinhos os meus pães, comprei uma mfp, da marca home leader.
    Meu amor foram várias tentativas….quilos de farinha jogados fora…. resultando em pães, duros e encrudos…rsrsrs Ah?? ela veio com um livrinho de receita que eu segui a risca mas nada feito.
    Ainda tenho mta vontade de conseguir fazer minha maquina funcionar como se deve, me ajuda vai ??!!!!
    Bjos e e mto obgada.
    Sarom

    1. cathvale diz:

      Eita, que responsabilidade te ajudar assim, virtualmente com sua máquina de pão. Se seguindo a risca tá dando problema, tens que começar a considerar que pode ser questões do clima. Minha cunhada no Piauí, tem a mesma máquina que eu, mas não consegue fazer algumas receitas, pq lá é BEM mais quente. Minha cunhada no Pará (eita família espalhada!), ela não consegue fazer certas receitas da noite para o dia porque lá é MUITO úmido e o fermento enlouquece. Tenho uma amiga que usa um produto que ajuda a massa a ficar sempre boa, é da Fleischmann (http://www.fleischmann.com.br/culinaria/default.asp?page=http://www.fleischmann.com.br/culinaria/produtos/produto_linha.asp?id=481) eu nunca usei, ela adora. Fica a dica! Outra dica: experimente fazer primeiro uma massa de pizza na sua máquina, a máquina só sova a massa e depois você abre e faz a pizza. É uma forma de testar se a máquina pelo menos está misturando a massa direitinho.
      Espero ter ajudado (=
      Beijos!

  15. cris diz:

    adorei o blog eu tambem tenho uma maquina da home leader mas desde que perdi meu livro de receita que veio nela não usei mas para fazer pão so uso para sovar a massa porq assar nela nao consegui resultados bons com receitas de outras marcas deve ser a medida se alguem puder me passar por email ficaria muito grata meu email é kris-80@hotmail.com obrigada desde ja

    1. cathvale diz:

      Olá Cris! Que bom que gostou do utensílios, volte sempre 😉 Para receitas para máquina de pão, eu recomendo dois blogs, que é provável que você já conheça: http://maquinadepao.blogspot.com.br/2008/12/colomba-pascal-de-chocolate.html e o http://www.receitasmfp.com/
      Ambos são especializados em receitas para MFP.
      Espero que isso ajude 😉
      Bjs (=

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s