Quiche na forma: praticidade à mesa

As pessoas que gostam de receber os amigos em casa, que gostam de cozinhar e improvisar, sabem da importância de ter uma receita coringa sempre à mão. Uma receita que dá pra fazer rapidinho e ainda impressionar a galera.

Tem várias receitas assim. De entradinhas e de pratos principais. Tortas, folhados, doces e salgados. Mas dentre esses pratos “vapt-vupt” (ou “pá-pum”, se preferir), tem um que reina absoluto como número um na minha lista de preferidos: a quiche.

A quiche é daquelas comidas que podem ser entrada, acompanhamento ou prato principal. Cai bem no brunch*, no lanche ou chá da tarde e até mesmo no jantar. Já teve sua época de chic aqui no Brasil, até começar a ficar popular. Agora já incorporamos a quiche no nosso cardápio, seja mini em algum café por aí, tradicional em um restaurante francês, ou adaptada a sabores regionais, como a quiche de jambú, de Belém do Pará.

Gosto da quiche porque ela está sempre aberta a novos sabores. Você segue a receita tradicional ou inova com o que tem na sua casa. Por essas razões foi que decidi comprar uma forma especial para quiche.

Antes de ter essa forma eu usava minha boa e velha (ênfase no velha), forma de bolo de metal, com fundo removível e que permitia a abertura lateral. Ela era prática para retirar a quiche e servir em outro local. Acontece que eu acabava sempre tendo que arrumar um prato para servir a quiche e o fundo da forma ficava deslizando no prato, então tinha que colocar um papel manteiga pra tentar remover com mais cuidado, mas achava isso um saco (isso acontece com outros mortais também?). Até que um dia a velha forma quebrou. Morreu e foi descartada no lixo (o trágico fim de um utensílio, que horror!). Oh céus, como fazer quiches? E como não dá pra ter todos os utensílios de uma só vez, eu improvisei durante um bom tempo com pirex e formas de bolo

Até que um dia, fazendo compras no Pão de Açúcar, vi essa forma e encontrei nela a solução para minhas futuras quiches. Uma forma do tamanho ideal pra quiche, que não precisa ser retirada da forma, pois a louça é lindinha, que não precisa polvilhar, nem colocar papel manteiga e ainda é ótima para transportar – levar quiche para festividades por aí ficou consideravelmente mais fácil – iêi!

Antes de falar mais sobre a forma, preciso contar que não foi exatamente essa forma aqui da foto que escolhi pra ser minha. Na noite em que compramos a tal forma escolhida, eu já estava mega empolgada com a nova aquisição, doida pra estrear o novo utensílio. Tamanha a empolgação, tamanha a decepção. Tonho tira as compras do carro e… deixa uma sacola cair no chão! Silêncio.

Ele pega a sacola e diz “não foi nada”. Silêncio. “Olha se quebrou, por favor.” Disse isso e já fui caminhando em direção a ele. Tarde demais. Nem pude estrear a coitada. Fiquei um bocado triste. Tonho se sensibilizou e voltou no Pão pra comprar uma outra. Essa sim é a forma que segue comigo até hoje e que figura aqui nas fotos.

Bom, com essa história deixo claro que: a) deixar essa forma cair no chão não é uma boa ideia e que b) ela definitivamente não é cara. Ufa! Custa menos de 15 Reais (em 2011).

Essa forma é de porcelana branca, ótima para servir. Tem ainda um agradinho, que é a receita de Quiche Lorraine, no fundo da forma. No entanto, cá entre nós, essa forma está longe de ser a forma indicada pelos livros de culinária como a forma ideal para fazer quiches.

Nos livros de culinária mais “profi” que tenho, diz-se que o ideal é utilizar forma de metal em vez de cerâmica, “uma vez que estas não conduzem o calor de maneira tão eficiente, o que pode resultar em bases pastosas”. Palavras do meu livro Escola de Chefs. Huuuummmm ao quadrado! O livro ainda enfatiza que formas com fundo removível são mais práticas para a remoção da massa assada (já falei desse livro antes e se quiser ver pra vender, espia aqui). Na prática: de boa, pra mim isso não é vantagem alguma e nunca tive problemas com a minha massa utilizando essa forma de porcelana.

O único inconveniente é tirar a primeira fatia. Mas, sinceramente, não considero isso um trabalho mais complicado que tentar remover a quiche de uma forma para um prato de servir. Resumo da ópera: esse prato funciona que é uma maravilha pra mim e não penso mais em assar quiche em outra forma.

Além de quiche, você também pode aproveitar a forma para servir outras delícias, como se fosse uma bandeja, ou mesmo para assar outras tortas doces ou salgadas. Ah, e você também encontra as formas de tamanhos variados, as minis são ótimas para porções individuais. Eu não tenho, mas conheço quem tem e que também é bem feliz com as suas, certo Tamy?

barra_quiche

Pra finalizar esse papo, como de costume, fui pesquisar algumas curiosidades sobre quiche:

  • O nome quiche vem do alemão “Küchen”, que significa bolo (lembra do Mohnkuchen?).
  • Não significa que o prato seja alemão, não. A quiche vem do Nordeste da França, da região Lorraine, em português: Lorena, em alemão: Lothringen. Se fosse brasileiro, acho que já seria chamado de quiche da Loló. Rá!
  • A quiche Lorraine era originalmente feita com a massa a base de pão e o recheio era basicamente composto por ovos, creme e bacon. Depois é que se acrescentou queijo e a massa “evoluiu” e passou a ser feita com a massa podre.
  • Dica pra colocar a massa da quiche na forma (seja ela qual for): abra a massa com um rolo, a massa deve ser aberta em tamanho maior que as dimensões da forma. Enrole a massa no rolo e desenrole na forma. Não conseguiu visualizar? Relaxa: eu nunca fiz isso em casa. Simplesmente abro a massa direto na forma – os chefs que me perdoem se isso for algum absurdo culinário, mas funciona que é uma maravilha comigo.
  • Recheios: há algumas quiches mais comuns, como de gorgonzola, tomate seco, frango, legumes, palmito e outros tantos. Normalmente você coloca o recheio e depois cobre tudo com a mistura de creme e ovos. Eu adoro quiche de jambú, mas é difícil de achar fora do Norte, né? Então fico com a de abobrinha com parmesão, deixo a dica!

Agora é com você. Acha que vale a pena ter uma forma desta? Não importa! Importante é ter a quiche como uma carta na manga pra receber bem os amigos 🙂

Beijos à la quiche.

Várias formas de porcelana, vários tamanhos. Formas e foto da Tâmara (=
Várias formas de porcelana, vários tamanhos. Formas e foto da Tâmara (=

*Brunch: é uma refeição, entre o café da manhã e o almoço. Vem do inglês, da junção de “breakfast” (café da manhã) e “lunch” (almoço). Vale servir de tudo um pouco, entre o café e o almoço, com um toque mais leve que arroz, feijão e bife 🙂

17 Comments Add yours

  1. dedinho diz:

    Também adoro quiche, que também já se tornou popular por cá. A minha mãe, como boa portuguesa, até já fez… de bacalhau; não provei, mas parece que ficou uma maravilha 🙂
    A minha forma tem o aro de metal, mas o fundo de vidro, o que fica bonito na hora de servir!

    1. cathvale diz:

      Hum, quiche de bacalhau. Não é pra mim, mas o Tonho vai adorar! É uma boa pedida mesmo 🙂 E forma com o fundo de vidro?! Gostei. Ando numa fase bem encantada com minhas formas de vidro (= E de fato, é ótimo pra servir. Boa pedida!!!
      Bjs!

  2. Chris diz:

    Eu AMO quiches, mas confesso que o lance de usar o fundo da forma em cima do prato e ficar tomando cuidado pra base não cair do prato é fogo, né?

    Eu fiquei tão de saco cheio que nunca mais me aventurei por este universo, mas…. ha, sabe como é que é, né? Nada como uma bela forma, uma inspiraçãozinha e águinha na boca, hehehehehehe

    Mil beijos,
    Chris

    1. cathvale diz:

      Ai Chris, tu tmb “sofria” pra equilibrar o fundo da forma num prato, né? Agora já viu que tem solução pra isso, pelo menos uma solução que atende bem as quiches feitas em casa (=
      Bjs!

  3. Ana Cláudia diz:

    Cath,
    Eu adoro quiche e também comprei uma forma igual a sua no ‘lugar que faz você feliz” como diz a Glau. E veja que chique também enrolo a massa no rolo e desenrolo na forma, pois vi assim no Panelinha da Rita Lobo e claro fiz vários testes antes de chegar no ideal, hoje já é tranquilo e fico pasma ainda quando consigo esse feito…bjos

    1. cathvale diz:

      Oi Ana! Que chique mesmo, hein?! Aprendeu no Panelinha, é? Blog bão!!! Acho um luxo enrolar a massa no rolo e depois transferir. Acho mesmo, mas eu mesma… Essa é diferença dos bastidores da cozinha dos mortais para os chefs: a gente se esforça e faz um tanto de coisa bacana e (quase)-profissional, mas damos vários jetinhos para nos adaptar a nossa rotina. E, pelo visto, a forma tmb te fez feliz, né mesmo? (= Beijo grande!

  4. OI !!!
    NOSSA FIQUEI COM AGUA NA BOCA SÓ DE OLHAR HUM!!! KI DELICIA ESSA QUICHE DE ESPINAFRE.
    OBRIGADA MESMO POR DIVIDIR SUAS DELICIAS COM TODAS NÓS ……

    BEIJOS

    1. cathvale diz:

      Gostou, Maria de Lourdes? Agora é só fazer em casa 😉 Quer a receita?
      Bjs!

  5. Vanessa diz:

    Comprei 2 dessas no pão de açucar numa promoção tava na promoção por 12,99 amei, são lindas mesmo!!!

    1. cathvale diz:

      (= Adoro a minha, Vanessa, ja ha quase 3 anos 😉

  6. Olá! Eu gostaria de receber a sua receita de quiche, se você quiser me passar é claro!! Fiz essa delícia pela primeira vez aqui em casa e todos gostaram. Porém, usei forminhas individuais e percebi que as laterais não ficaram tão altinhas…. Dessa forma, vazou…… 😦 Mas todos comeram e pediram para fazer outra vez! rsrs Beijocas

    1. cathvale diz:

      Olá Rê! Mando a receita SIM, vou tentar postar aqui, mais fácil 😉 Tomara que goste da receita e que não transborde nada!

  7. Etienne diz:

    Olá, será que vc poderia me esclarecer qual o tamanho ideal de forma para o quiche? Obrigada!

    1. cathvale diz:

      Etienne, na verdade não existe tamanho ideal, vai depender da quantidade de massa e recheio. Você pode, por exemplo utilizar a mesma receita para fazer uma quiche de 23cm, para fazer cerca de 4 a 5 menores. Espero que esclareça sua dúvida (= Abrs!

  8. Marinês B.Schuck diz:

    gostaria de saber se vcs tem a forma de quiche de porcelana de 33cm por 3cm de altura.qual o valor e como conseguir comprar.

    1. cathvale diz:

      Olá! O Blog Utensílios não é um blog de vendas 😉 Abrs!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s