Ginjinha – um “tempero” de Portugal

Portugal é um país pequeno, especialmente se comparado ao mundo que é o Brasil. Mas não se deixe enganar pelo tamanho, pois Portugal tem MUITO sabor a oferecer. Em um dia na capital Lisboa, fomos do tradicional bacalhau ao nada tradicional restaurante indiano-italiano, com uma parada para um doce de amêndoas.

Mas se tem uma coisa que marca Lisboa pra mim, devo confessar que não é o bacalhau, mas sim a Ginja, ou Ginjinha, para ser mais carinhoso.

Da primeira vez que estive em Portugal fiquei só na vontade. Via a cada esquina várias pessoas reunidas e degustando aquilo. Provei pela primeira vez no Brasil, gostei. Sabia que quando voltasse a Lisboa, aquele seria um dos itens “a fazer” na minha lista de turistona.

Para tomar e comer. Ginjinha em copinhos de chocolate meio amargo.

Ginjinha, ou mesmo ginja é um licor feito a partir da fruta homônima: ginja – uma prima-irmã da cereja. Ainda não vi uma árvore, mas se vir, ahhh vou tirar foto, e pegar e cheirar e turistar!

Há três “marcas” principais de licor de ginja em Lisboa: Espinheira, Sem Rival e Rubi. Nossa primeira escolha foi a Espinheira. Primeiramente em outro estabelecimento, depois, na própria Espinheira, que fica no Largo São Domingos, no Rossio.

E quem disse que pra ter bom tem que ser caro? A ginjinha ganha a gente no sabor, na tradição e no bolso: 1 Euro por uma dose, servida ainda no copinho de chocolate. Delícia!

Procure por essas plaquinhas em Lisboa e aproveite!

Mais sobre a ginjinha no wikipédia. E como amo bolos, uma receita tirada de um site de fabricante de ginja, a Ginja M.S.R de Alcobaça. Aviso que não fiz e nem provei, mas compartilho mais esse meu desejo:

BOLO DE GINJA
Colaboração de Maria Gonçalves
 
Ingredientes: 
• 10 ovos,
• 150 grs de açúcar em pó
• 150 grs manteiga amolecida
• 150 grs amêndoas peladas e raladas
• 140 grs de chocolate de culinária
• baunilha, um “pósito”
• 1chávena (de leite) (generosamente) de licor de ginja MSR de Alcobaça
• Ginjas( para rechear o bolo)
 
Cobertura

Cubro depois o bolo com 150grs + ou – de chocolate culinário 100grs. de açúcar em pó alguma manteiga, não chega a 50grs.

( veja lá se pega o fio à meada)

Confecção:

Bato as gemas com o açúcar, junto a manteiga amolecida e bato novamente aos poucos vou pondo as amêndoas e o chocolate raspado.

Bato as claras em castelo e ponho um pósito de baunilha.

Deito a massa numa forma alta, e grande que tenho, untada e polvilhada, com manteiga e farinha respectivamente e levo ao forno já aquecido cerca de meia hora + ou -.

Desenformo, e deixo arrefecer!

Corto o bolo o mais possível ao meio.

Rego as 2 partes com licor de ginja e coloco ginjas( sem caroço), mas estas numa só parte do bolo (às vezes ponho camada da chocolate da cobertura, e uma de natas, ou chantilly ) e então uno-as (fica mais bonito e rico, pois as fatias ficam com chocolate ginja e natas).

Depois de unido, cubro o bolo com o chocolate, 150grs ,que amoleço em banho-maria, misturo o açúcar em pó.

Fora já do lume junto a manteiga e 3 colheres de sopa de licor de ginja, misturo bem, barro o bolo de seguida.

 

Beijos ginjados!

14 Comments Add yours

  1. Cy diz:

    Marrone, vc é mesmo apaixonada por esse blog… postando durante as fériasssssssssss.
    Curta bastante e traga esse troço aí pra gente provar, porque depois que comi aquele treco de algas da Tâmara, acredito que posso até gostar de outras coisaskkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Beijocas a todos

    1. cathvale diz:

      Hahahahaha, trouxe a Ginjinha e até uma geléia dela. Vais provar, pode se preparar!

  2. Chris diz:

    Hare Cath,
    que máximo a Ginjinha… eu nunca tive nem curiosidade pra provar e agora estou aqui, me roendo de remorso… rsss
    Beijos e boa viagem

    1. cathvale diz:

      Chris, vou te chamar para provar aqui em casa! Aliás, vamos testar essa receita de bolo juntas?

  3. Tiago diz:

    Apenas uma dica..
    Quando voltar ca a Portugal, em vez da ginja de Lisboa, vá à vila de Obidos (uns 100km de distancia de Lisboa), nao so é uma vila turisticamente atraente, visto q fica dentro de muralhas, cm é conhecida pela excelente Ginja. Garanto q n vai ficar desapontada.

    1. cathvale diz:

      Oi Tiago! Obrigada pela dica 🙂 Meus amigos foram lá e disseram que eu teria mesmo adorado. Pelo menos continuo com ótimos motivos para voltar mais vezes a Portugal 😉
      Abrs!

  4. jraq diz:

    Passou por Sintra ?
    É onde eu vivo.

    1. cathvale diz:

      Que legal, Raquel!!! Passamos em Sintra sim, acho lá “muito giro” 😉 Gosto demais do ar mouro da cidade, de um restuarante indiano que tem por lá, da Ginjinha em copinho de chocolate que vende em uma taverninha e de uma certa loja de tempero que lá tem, que vende uns azeites maravilhosos! Aliás, tirei várias fotos dessa loja para preparar um post, mas nunca escrevi :/
      Abraços!!!

  5. Hare Cath,
    Me APAIXONEI por Ginjinhaaaa!!! Vício rssss

    Beijos

    1. cathvale diz:

      Hahahahaha eu também adoro!!! E nos copinhos de chocolate então… Ah saudades!

  6. Milena diz:

    Olá, onde posso comprar a Ginja aqui no Brasil?

    1. cathvale diz:

      Milena, eu nunca comprei aqui, mas tem no Mercado Livre, no site vinhosportugues.com.br no imigrantebebidas.com.br… E outros mais!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s