Tapioca: teste da goma da marca Akio

on
Do pacotinho de goma no supermercado à tapioquinha feita em casa

Como boa nortista de sangue nordestino que sou, tapioca sempre esteve presente à mesa, fosse na minha casa, fosse nas lanchonetes, na casa dos parentes no Ceará, na casa dos amigos no Pará, ou na porta da faculdade em Belém. Amo! E prefiro a versão paraense as demais, mas isso não significa que não me acabe de comer tapioca pelo Nordeste e, porque não, pelo Centro-oeste, pelo Sudeste e pelo resto do Brasil afora, inclusive feita em casa!

Porém, apesar da minha longa e declarada paixão por tapioquinha, eu demorei um bocado a me aventurar a fazê-las em casa e ainda assim, só faço com goma molhada, já praticamente pronta para preparar a tapioca.

Quando criança, sempre via em casa a goma descansando na bacia. Uma noite toda de molho. No dia seguinte, restava praticamente um cimento no fundo da bacia e uma líquido esbranquecido por cima. Acha aquilo tudo muito estranho e trabalhoso. Nunca achei que pudesse fazer aquilo em casa. Nunca achei e, aliás, continuo sem achar. Hoje, pelo menos, já criei coragem de passar a goma na peneira, temperar com um salzinho e assar na frigideira.

Tapioca feita em casa: goma úmida, pra quê te quero?!

Em Brasília, com saudades de tapioca, achei meu refúgio na feira da Ceasa, onde comprava a goma molhada (úmida) para finalizar em casa. Achava isso moderno: nada de deixar molho, nada de coar com pano. Até que vi no supermercado uma goma ainda mais “ninja” para vender. A goma pronta, já seca, toda processada para ser assada e virar tapioca. Será?

Pois bem, comprei a tal goma: R$ 3,99 por 500 gr, da marca Akio, de São Paulo. Praticamente o mesmo preço da feira em Brasília, no Pará é mais barato.

Na prateleira do supermercado. Essas achei no Oba do Sudoeste, em Brasília.

O modo de preparo na embalagem diz que é só colocar 100gr da goma na frigideira e espalhar a massa. Bem, acho que colocar a goma sem peneirar vai embolar um bocado a sua tapioca, porque por mais “pronta” que esteja a goma, ela tende a formar “pedrinhas”. Minha dica é “sim”, passe a goma da Akio na peneira. Como gosto de goma com sal, eu sempre tempero com uma pitadinha de sal. Quanto a quantidade de 100 gr por tapioca, acho um exagero. Eu particularmente não gosto de tapiocão com muita massa, nem gosto de tapioca enorme, maior do que um prato de refeição, logo, 100 gr é demasiado para mim. Para terem ideia, na embalagem diz “rende em média cinco tapiocas”. Eu fiz três do tamanho de um prato raso de refeição e uma pequenina e ainda sobrou 300 gr no pacote, ou seja, menos de 66gr por cada tapioca.

Dicas: contagem regressiva!

Outra dica importante para quem não está acostumado a trabalhar com goma/ assar tapioca: quanto mais tempo assar, mais dura ficará sua tapioca. O pulo do gato pra mim é: a goma juntou, você deu uma sacudida e a massa desgrudou sem se quebrar em muitos pedacinhos, a tapioca está pronta para virar? O ideal é jogar pro alto, virar e aparar – pratique! Ou então, vire com a ajuda de um prato. Virou?! Contagem regressiva para rechear: em média 15 segundinhos são mais que suficiente! Eu prefiro rechear ela ali, ainda na frigideira: umas pinceladas de manteiga, umas fatias de queijo. Devolve para o prato e enrola – ou dobre ao meio. Se preferir doce, raspas de chocolate ao leite funcionam maravilhosa e deliciosamente bem 😉 Para ajudar o recheio a derreter, na contagem regressiva costumo cobrir a tapioca com uma vasilha, prato ou uma “tampa de qualquer coisa”, só para dar um bafo e derreter mais rápido.

Aprendeu? Virou a tapioca começe a contar: 15, 14, 13… manteiga, queijo… 5, 4, 3, 2, 1, tira do prato e dobre. Servir o quanto antes. Quanto mais quentinha, mais fresquinha mais gostosa também!

Do lado esquerdo, o queijo assim que coloquei. Do lado direito, cobri com uma tampa de plástico do próprio porta-queijo – improviso! Contando: …10, 9, 8…

Avaliação positiva, e olha que nada aqui é patrocinado!

Essa goma não é de todo ruim, mas não achei-a tão mais prática do que a que comprava na feira, que tem certamente menos conservante e é normalmente proveniente de pequenos produtores. Ela é de fato mais prática, como costumam ser as os produtos não orgânicos ofertados em massa.

A tapioca, um dos produtos mais brasileiros, está mesmo caminhando rumo a globalização, né? Mas para quem está a fim de meter a mão na goma, aqui tem dois post maravilhosos de outras pessoas. A Neide Rigo, do “Come-se” descreve o processo passo-a-passo, mostrando inclusive como tirar o tucupi (líquido amarelado e fermentado, que é MUITO usado na culinária paraense). É impossível não se impressionar com a brasileiridade da mandioca! Outro link é do conteúdo do Vida Simples, extraído pelo M de Mulher (Abril). “Aprenda a fazer tapioca“, esse trechinho extraí de lá:

A tapioca é feita com a goma da mandioca amarga. O jeito de fabricar a goma e a farinha de mandioca ainda hoje é bem artesanal, num processo que se resume assim: descascada, a mandioca é deixada de molho para ser, depois, espremida. Da parte sólida se faz a farinha. A goma que se acumula no fundo do tacho que recebeu o caldo servirá de matéria-prima para a tapioca cujo nome, como dá para imaginar, vem da língua tupi: typi-og, o que significa tirado do fundo.

Prontinho, deu tudo certo! Café pronto, sirva-se!

E pra quem quer ver, aqui um link do Youtube que dá um passa-a-passo mais simples.

Seja da Akio, seja feita em casa, ou comprada na feira: viva a goma!

Beijos de tapioca!

No café da Kátia, no balneário de Salinópolis no Pará (Salinas ou simplesmente, no Sal). À moda antiga, gosto da infância com preços lindos de barato (=
E uma tapioquinha doce? Servida na folha de bananeira, molhada com leite e coco, coberta com coco ralado fresquinho e por cima, leite condensado. Ahhhh tapioca!

ps1: para os paraenses e para os visitantes, em Salinas, no mercado municipal, há várias barraquinhas de tapioquinha. O café da manhã ali é um ótimo começo para um dia tranquilo que vai ter sol e mar (= Em Fortaleza, no caminho do Beach Park tem também um ponto das tapioqueiras. As tapiocas são diferentes, maiores, mas também muito gostosas!

ps2: para os fãs de música e culinária, aqui do fundo do baú do Pinduca, Mestre do Carimbó, uma música que fala sobre a mandioca e as tantas coisas que é possível fazer com ela! Com vocês, Garota do Tacacá

32 Comments Add yours

  1. ricardo diz:

    Foi o maior “Choque” este blog Parabéns! Viva a tapioca! Aqui lá ou no RJ de onde eu sou! Valeu! Demais!

    1. cathvale diz:

      Oi Ricardo! Um “choque”, bom, eu espero 😉 Volte sempre!!!

  2. Cleide diz:

    Encontrei a reposta certa,tirei todas as dúvidas e as dicas foram ótimas!!!
    Amo tapioca, mas não conseguia fazer,ficava dura por ficar mais tempo no fogo!!
    Obrigada pelas dicas ótimas!!!

    1. cathvale diz:

      Feliz em saber que esse post te ajudou, Cleide! Tapioca é bom demais mesmo (=

  3. Camila diz:

    Onde você comprou nesse precinho o pacote de goma???

    1. cathvale diz:

      Aqui em Brasília mesmo, há alguns anos atrás, Camila (=

  4. Thais diz:

    Catharina,
    dá pra fazer a goma de tapioca em casa com polvilho doce e quase sem trabalho nenhum, é só umedecer um pouco de polvilho com água até o ponto do que a gente compra pronto (+ou – 1 parte de polvilho doce pra 1/3 de água, mas tem colocar a água aos poucos).
    A “goma” que fica no fundo é na verdade o polvilho. Quando fica semi-úmido usa pra goma da tapioca, e quando seca por inteiro vira polvilho, ou seja a base dos biscoitos tipo Peta e pão de queijo. 😉

    1. cathvale diz:

      Sim, Thais! Era assim que fazíamos em casa, mas prefiro com a mais azedinha 😉 Gosto do polvilho mais doce para misturar no pão de queijo. Mas tenho amigos que moram fora e usa essa técnica que você descreveu e comem suas tapiocas felizes da vida 🙂 Obrigada por compartilhar!!! Bjs!

  5. Luana diz:

    oi, adorei seu blog!!! Comecei a fazer tapioca agora, e a minha sempre sai errada, não consigp deixar tudo juntinho… Faz um vídeo explicando? Beijos!

    1. cathvale diz:

      Oi Luana! Nossa, fazer um vídeo! Vou tentar 🙂 Mas uma dica para evitar que a massa quebre é: assim que colocar a massa na frigideira (eu coloco peneirando diretamente na frigideira), deixar a massa sem mexer na frigideira, nem com colher nem nada, quando a massa esquenta, fica tudo juntinho. Depois que virar, deixar pouco tempo, ou a tapioca poderá ficar durinha demais 😉 Espero que isso já lhe ajude!

  6. Edivaldo diz:

    Conheço uma bem melhor Tapioca Daterrinha essa sim não precisa peneirar já vem peneirada aqui em são Paulo tem na rede pao de açúcar e Carrefour, muito boa, Akio nunca mais.

    1. cathvale diz:

      Oi Edivaldo! Continuo gostando da Aiko, mas já testei outras aqui e em breve pretendo compartilhar. Ainda assim, sigo peneirando a goma, simplesmente para deixá-la mais leve mesmo 🙂
      Abrs e obrigada por compartilhar sua experiência!

  7. Rita de Cássia diz:

    oi, Comprei a tapioca semi pronta da Aiko, ela amarelou ,esta dentro do prazo de validade.Gostaria de saber o que aconteceu,se posso continuar usando ela mesmo amarelada. Agradeço desde já o esclarecimento.

    1. cathvale diz:

      Olá Rita! A goma ficou aberta muito tempo? Tipo mais de 4 dias? Foi guardada sempre na geladeira? Quando você abriu ela já estava assim? Tem uma série de perguntas que podem ser feitas para saber o motivo. Eu costumo entrar em contato direto com a marca. Não trabalho com a marca Aiko, os indiquei como consumidora. Boa sorte com a goma ou com a próxima tentativa!

      1. Rita de Cássia diz:

        Oi, Abri a embalagem ,esta usando todos os pela manhã dias,mas assim que usava fechava de novo,acho que tinha + de 4 dias. Não guardei na geladeira, Quando comprei estava branquinha.É a primeira vez que comprei para experimentar,por isso estou com tantas duvidas. Sou diabética, gosto de procurar alternativas saudáveis .Obrigada.

      2. cathvale diz:

        Rita, sempre guardei a goma na geladeira, principalmente depois de aberta. Isso independente da marca – muitas vezes compro goma na feira, sem marca alguma! De repente foi isso. Espero que isso ajude!
        E que ótimo que você procure alternativas mais saudáveis, isso é importante para todos nós (=
        Abrs!!!

  8. shaa diz:

    eu compre a minha dessa mesma marca comi alguns ias depois mais ou menos 5 dias fiz novamente e quando fui comer estava amarga muito amarga e normal guardei fora da geladeira (deixava dentro do microondas)

    1. cathvale diz:

      Olá! A goma deve ser mantida na geladeira depois de aberta 😉 Espero que isso ajude! (=

  9. Maria Helena diz:

    A goma de tapioca que não possui conservantes é a marca BeijuBom e Yama. São puras e está sendo indicado por nutricionistas em clínicas.

    1. cathvale diz:

      Obrigada pela dica, Maria Helena! Vou procurar por aqui 😉

  10. Elisete diz:

    Quero teu contato para comprar massa
    Moro no sul na cidade de Taquara adoro tapioca e que por no restaurante a noite. Adorei todas as dicas!!

    1. cathvale diz:

      Oi Elisete! Eu não revendo goma de tapioca, só fiz uma avaliação das marcas 😉
      Abrs!

  11. Aline diz:

    Nasci no nordeste, mas já morei em Manaus e Belém por muitos anos. E digo com toda a propriedade desse mundo: nada, nada bate o sabor da tapioca Nordestina. NADA!!!!
    Belém tem seus quitutes maravilhosos, mas dizer que a tapioca deles é melhor do que a nossa é uma afronta a qualquer paladar.

    1. cathvale diz:

      Oi Aline! Você então prefere a tapioca do nordeste, né? Viva a diversidade 🙂 Sigo preferindo a do Norte. 😉

  12. Ellen diz:

    O problema de tapioca “pronta” e com prazo de validade de 6 meses é o CONSERVANTE IV (que pode ser tóxico) que vem nela. Prefiro preparar a tapioca.

    1. cathvale diz:

      Também evito, Ellen. As vezes faço, inclusive com café, mas normalmente compro na Ceasa mesmo. Massa pronta é para emergências e já me quebrou muito galho.

  13. Oi Cathvale, obrigado pelas dicas. Eu resido em Sydney na Australia e comecei a fabricar a Goma de Tapioca pronta para usar aqui em Sydney. É bem fininha, mas sempre aconselho uma peneirada leve para que a Tapioca fique mais crocante. Tem tido uma ótima aceitação, apesar do meu mercado limitado. O meu site é http://www.nutriyum.com.au . Abração, Ricardo

  14. Katia diz:

    Ola,,, hj fui abrir uma tapioca da marca Rocha e esta amarelada não sei se estragou! Ela estava lacrada no armário 😦

    1. cathvale diz:

      Goma não deve ficar amarelada, nem ter mal cheiro. Eu procuro entrar em contato com o fabricante. Boa sorte!

  15. Gislaine Aparecida de Deus diz:

    Eu comprei uma goma da Akio dentro do prazo de validade e após 5 dias ela esta toda amarela, não esta cheirando azedo. Mas entrei no site da marca e não há nenhuma observação sobre como o produto deve ser conservado e em que condições deve ser consumido, deixei em um pote plástico transparente e com tampa… e não sabia da dica para guardar na geladeira. Da próxima vez vou utiliza la deste modo para não perder o produto, pois aqui no sul de Minas é muito caro…

    1. cathvale diz:

      Tem que ficar na geladeira sim. Tomara que essa dica ajude, Gislaine. Abrs!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s