Críticas ao brigadeiro?!

Eis que no meio gastronômico o Quindim e o Brigadeiro viraram pauta da mídia no Brasil pós Copa de 2014, tudo porque o chef britânico Jamie Oliver – de quem eu, particularmente gosto – falou mal deles em entrevista para a rede de TV GNT; ele disse que aquela dupla de doces era uma porcaria. Nem liguei. A apresentadora do GNT, Barbara Gancia, já apresentou para ele os doces dizendo “é doce demais”, e que ele ia ter overdose de açúcar – ou algo assim, pelo que me recordo. Ele provou tudo doce de uma vez só, começando pelo caldo de cana. Com uma introdução dessa, eu também não iria me empolgar. Mas o motivo pelo qual não liguei é porque é gosto, é costume e nada disso é unanime. Eu mesma, brasileira que sou, não suporto caldo de cana, não suporto pastel, não suporto quindim. Mas amo, me derreto e devoro com prazer um bom brigadeiro!

MariaBrigadeiro_MediaComTres

Por isso trago aqui meu ode a esse doce tão brasileiro, independente se tem gente que desgoste dele. Não gosta? Paciência, sobra mais pra mim. Assim como sempre deixo sobrando carne para os outros. Já diziam os sábios desde antigamente: a vida é equilíbrio, né não? E ao Jamie: ahhhh, sabe de nada, inocente!

MariaBrigadeiro_DetalheGuardanapoChocolatinho

Como boa criança que fui, me arriscava muito fazendo brigadeiro em casa: para enrolar, para comer de colher, para compartilhar e mesmo para comer sozinha. Como boa brasileira que sou, quando morei fora, sempre fiz para os meus amigos e adorava presentear nos aniversários. Sucesso a cada mordida: os gringos amavam! Mas, minha técnica de preparo de brigadeiro melhorou com “O Livro do Brigadeiro“, da Juliana Motter. Ganhei de aniversário de uma amiga muito querida em 2010 e desde então, só melhora!

MariaBrigadeiro_Sobre

Já falei do livro em outro post, quando dei a receita do Bolo de Brigadeiro. Sucesso garantido de público cada vez que faço. Acho que o Jamie tinha que conhecer mesmo era a Maria Brigadeiro. Se ele saísse de lá dizendo que não gosta mesmo de brigadeiro, aí sim, estaria liberado para não gostar. Mas olha, acho difícil 🙂

MariaBrigadeiro_OLivro

O melhor brigadeiro que comi: Maria Brigadeiro

Fui na Maria Brigadeiro, em São Paulo, próximo ao Natal de 2013. Fui só, comi vários brigadeiros e comprei um super panetone recheado, uma caixa variada para minha família e um mimo para presentar uma outra amiga queridona. O local é pequeno, fofinho, com atendentes atenciosas e um ambiente que da vontade de embrulhar e levar pra casa. A cozinha é o centro de tudo, ali você vê as meninas em ação: mexendo, enrolando, embalando cada delícia da casa.

MariaBrigadeiro_Recepcao

Fiquei lá mais de uma hora, degustando e observando tudo. Casais que entravam para provar novos sabores, pedidos de noivas que chegavam pelas mãos de um cerimonialista, noivo que queria adoçar o paladar da noiva, motoboy que tinha pedidos especiais de entrega. A cada minuto era uma nova história que se adoçava com um brigadeiro.

MariaBrigadeiro_Produtos

Fui a São Paulo novamente, mas infelizmente não consegui repetir minha dose. Ainda. Pois espero retornar ao local e, quem sabe, levar meu tão querido livro para ser autografado.

MariaBrigadeiro_Torta

Brigadeiro versátil

Para mim, o mais legal do brigadeiro é que se trata de uma combinação simples mas extremamente versátil. Dá para fazer de um tudo com ele, dá para fazer vários tipos dele: bolos, panetones, chocolates, sorvetes, trufas, pizza… tudo de brigadeiro! Ou ainda de pistache, leite em pó, cachaça, maracujá… tudo tipo de brigadeiro!

MariaBrigadeiro_EnrolandoBrigad

Recentemente me apaixonei por uma cobertura de brigadeiro de café que fiz em casa. Façam e digam se não é divino. Aliás, alguém faz e leva pro Jamie provar?!

MariaBrigadeiro_MediaComTres_AFTER

Receita de cobertura de bolo

“Mocha topping” brigadeiro de café (adaptado do meu outro livro queridinho: All Cakes Considered)

  • # Utensílios:
    Panela para cozinhar o brigadeiro – usava uma de ferro, mas como ela se foi, da última vez usei de teflon mesmo.
  • Colher de pau (só para uso doméstico e de preferência uma que seja usada só para doces. Eu uso muito uma de silicone mesmo)
  • Colher medidora
# Ingredientes:
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 colheres de sopa de espresso tirado na hora e resfriado (líquido, o que a gente toma mesmo)
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó (nada de achocolatado, tipo Nescau ou Toddy – eles contêm muito açúcar em suas composições)
# Preparo:
>>> Misture tudo na panela, em fogo médio nos primeiros cinco minutos, depois siga cozinhando e mexendo sempre, em fogo baixo, até encorpar. Não precisa dar o ponto de brigadeiro, pois o ideal é que fique mais como uma calda grossa.
>> Coloquei sobre o bolo enquanto a calda ainda estava morna e depois enfeitei com gotas de chocolate amargo.

 

BoloMocha_CoberturaBrigadeiroCafe

Beijos de brigadeiro – para o Jamie e para você (=

2 Comments Add yours

  1. Cath, experimenta fazer o brigadeiro de café com Nescafé substituido o chocolate em po, ou simplesmete adicionar um toque de café na receita normal… fica boooooom demais!
    Beijos

    1. cathvale diz:

      Hare Chris! Menina, esse com espresso forte (Nespresso, tirado na hora), ficou DIVIDO! Vou testar um dia com Nescafé 😉 Bjs!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s