Bolo não perdoa erros!

Meu espírito empolgado e elétrico me fez ir direto para a cozinha assim que chegamos de uma viagem internacional. Depois de uma semana longe da cozinha, estava com saudades e com vontade de servir bem nossos convidados, que tinham uma longa escala aqui. Nem liguei se havia acordado 3 horas da manhã e não tinha dormido direito e, enquanto todos tomavam banho e se ajeitavam no sofá, eu larguei as malas na sala e fui preparar um café da tarde.

Solado_PorFora

Confesso que o menu já tinha sido pensado antes de sair de casa. Assim, deixei congelado: pães de queijo caseiros e waffle (caseiros, congelados já prontos), pães da padaria (comprados na hora), café passado na hora, suco feito com manga congelada (congelei a fruta em pedaços). Tudo pensado, tudo simples. Não tinha erro!

Até que resolvi fazer um bolo…

Solado_Fatia

Como já estava tudo pronto e todos estavam ali, precisava ser algo rápido. E foi: bolo mesclado de chocolate e iogurte. Fiz uma parte natural e outra com chocolate e assim, rapidinho, teríamos um bolo mesclado. Misturei tudo com o mixer de mão e em menos de 10 minutos o bolo estava assando. Sentada à mesa, sentindo o cheiro de bolo fresquinho invadir a sala veio aquele estalo: “puuuuuutz, esqueci de colocar fermento!” Tarde demais e o bolo não perdoa esses esquecimentos. Não tem dessa de colocar depois, como nos permite fazer o feijão. O bolo guarda mágoa e, seguramente, deve olhar para nossa cara, quando sai do forno e pensar: “agora você se arrepende? Deveria ter me tratado com mais carinho antes.” Coisa de quem é feito de açúcar, né? Não perdoa nada!

Solado_FatiaMordida

Esse esquecimento é culpa da péssima mania de não separar os ingredientes – regra básica na cozinha, o tal do mise en place. Eu misturo ingredientes, utensílios, livros e copo d’água na bancada – bebo muita água quando estou cozinhando, vá entender! E nesse cenário, que meu marido define como caos, eu cozinho lindamente, tranquilamente, alegremente e tudo sai bem. Quer dizer, quase sempre tudo sai bem. Mas quer saber? O bolo solado não perdeu seu charme, entrou para história e acho que me perdoou com o sabor maravilhoso. Viram o que sobrou dele? Pois é, nada!

Mas para evitar que bolos fiquem com esse look de bolo que deu errado, lá embaixo, depois da receita, tem umas dicas BEM legais! Dá uma espiada 😉

Beijos solados!
Cath.

ps: mas quando você for fazer esse bolo, por favor, lembra de colocar o fermento, tá?! (=

Bolo mesclado de iogurte e chocolate

 #Utensílios:

  • Liquidificador ou mixer de mão com boa potência e uma vasilha
  • Colher de sopa
  • Colher pão-duro (para raspar tudo da vasilha!)
  • Forma com furo de 23 a 25 cm
  • Copo do iogurte para usar como medidor

#Ingredientes:

  • 1 como de iogurte natural* (170 gr)
  • 2 medidas de açúcar
  • 2 medidas de trigo
  • 1/2 medida de óleo vegetal
  • 4 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres rasas de cacau em pó (evite achocolatado, tipo Nescau ou Toddy)
    * Eu já fiz esse bolo tantas vezes seguindo variações de iogurte: se usar com sabor, vai dar outro sabor ao bolo, as vezes faço com iogurte com mel, mas aí coloco menos açúcar (1 medida e meia), uso iogurte natural desnatado, grego e até mesmo com Activia eu já testei!
  • 1 colher de sopa de fermento para bolo (gente, tinha esquecido de colocar na lista!!!!!!! Obrigada, Fabi!)

#Preparo:

  • Pré-aqueça o forno: 180ºC. Prepare a forma.
  • Bata tudo no mixer ou liquidificador, exceto o cacau e o fermento, por cerca de 4 minutos. Depois acrescente o fermento e mexa com uma colher (eu confesso que misturo com o mexer, ainda que rapidinho).
  • Separe metade da massa: eu coloco a metade já na forma e o resto, que está ainda na vasilha, misturo então com o cacau em pó.
  • Despeje a parte com chocolate de forma aleatória, sem mexer na forma ou misturar a massa.
  • Leve ao forno por cerca de 40 minutos.
Assim é meu mise en place :P Bancada CHEIA!
Assim é meu mise en place 😛 Bancada CHEIA!

>>> Dicas de como NÃO solar seus bolos: achei essas dicas super legais e COPIEI do site da “Oi Educa”, onde foi publicado em maio de 2010.

“O segredo de um bolo leve e fofo é a fermentação, pois nela produz-se dióxido de carbono, o gás carbônico, sem ele o bolo fica duro e compacto, solado.

Existem alguns fatores que podem atrapalhar a reação de formação do CO2 através do fermento químico, o bicarbonato de sódio (NaHCO3).  E outros fatores, ainda, que podem atrapalhar a textura da massa o que leva a perda do gás carbônico formado:

– Fermento vencido ou em pouca quantidade;

– Líquido em excesso ou ovos em falta;

– Pouca massa para uma fôrma grande;

– Mistura muito batida após inclusão da farinha;

–  Excesso de farinha;

Quando colocamos pouco fermento, ou este está fora da data de validade, ou ainda, quando misturamos os ingredientes do bolo muito gelados, influenciamos a reação de fermentação, que pode vir a não ocorrer, ou ocorrer em menor escala, gerando menos gás carbônico. Este acaba sendo insuficiente para fazer a massa crescer.

Outra situação ocorre com as quantidades e os tipos dos ingredientes do bolo: as proteínas provenientes da farinha, do ovo e do leite ao serem misturados formam uma malha ou rede que irá prender o gás dentro da estrutura tornando a massa leve.

Quando se junta um líquido à farinha, como água ou leite,  estas proteínas vão ligar-se e formar uma espécie de rede forte e elástica, e quaisquer fatores que alterem as condições ideais de formação desta rede de proteínas irão afetar também a constituição desta estrutura e por consequência a perda do gás carbônico formado na reação de fermentação.

Por exemplo, bater demais ou muito forte a massa do bolo irá quebrar as estruturas da rede que estarão se formando.”

(FONTE: Oi Educa, 2010)

 

22 Comments Add yours

  1. ana diz:

    Cath, mesmo assim está com uma cara boa e parece delicioso, acredito que ele não tenha guardado magoa….

    1. cathvale diz:

      Acho que ele só me deu uma lição de moral, mas de fato, não guardou tanta mágoa, Ana 😉 O sabor ficou bom mesmo, por isso não sobrou 😀

  2. Fabiana diz:

    Tonha, cadê o fermento na lista de ingredientes? Esqueceu de novo? Kkkkkk! E eu só cozinho com mise en place. Rá!

    1. cathvale diz:

      Mentira que esqueci?! Hahahahahahaha tá vendo? Vou JÁ consertar isso 😛 Ah, e eu admiro teus mise en place #orgulho 😉 Bjs!

  3. Delano Cidrack diz:

    Já salvei na minha lista de favoritos!

    1. cathvale diz:

      🙂 E volte sempre, primo!

  4. Cláudia diz:

    Cath, bolo não aguenta desaforo mesmo. Esse lance de fazer quando estamos cansados demais ou desatentos… dá errado. Adorei, como sempre, suas dicas. Sabe que eu também tenho um blog agora? Chama-se Blog da Gavioli. Entra lá e dá uma olhada. mcgavioli.blogspot.com Beijo pra vc que é minha inspiração. Adoro seus posts.

    1. cathvale diz:

      Oi Claudia! Bolos são feito de açúcar e acabam sendo mais sensíveis 😛 hehehehehe Feliz que tenha gostado e que o utensílios lhe inspire ❤ Sobre seu blog: já fui lá sim! Em breve apareço de novo 😉 Bjs e volte sempre!

  5. evelyn diz:

    que foto linda da tua bancada 🙂
    vim ao teu blog por acaso, achei que não estava mais postando…
    parei de receber as atualizações por email 😦
    gosto de bolos, mas os faço com pouca frequência, talvez por isso erre pouco tb.
    muito bom voltar a te ler.
    [até parece que te conheço :)]
    boa sorte com a próxima fornada!!!

    1. cathvale diz:

      Oi Evelyn! Menina, eu posso até posso dar uma sumidinha, mas não abandono não 😉 Erras faz parte e aprender e rir dos próprios erros torta a vida mais leve, né mesmo?! Pena que você não está recebendo por e-mail, tente se inscrever para receber novamente, de repente aconteceu alguma coisa… sei lá! Ah, e sobre a bancada, foi após a reforma: minha paixão na nova cozinha (=
      Bjs e volte sempre, pois a gente se conhece aqui do mundo virtual 😉

  6. Putz, Cath… queria que meu bolos estragados ficassem com essa cara boa rsss
    E trata de não esquecer o mise en place!! =)

    Beijos

    1. cathvale diz:

      Hahahahaha vou tentar não esquecer o mise en place nas próximas 😉 mas vc já viu quem ocupa parte da bancada, né? 😛 Bjs! (=

  7. Receitinha que está indo para o forno hoje! Tb já esqueci o fermento em um bolo de laranja que eu estava com muuuuuuita vontade de comer, tipo desejo de grávida! rsrs
    É claro que mesmo solado matei minha vontade!!!
    Beijocas e obrigada pela receitinha!

    1. cathvale diz:

      E gostou do bolo, Rê?
      Bjs!

      1. Tudo na bancada para fazê-lo! Estou terminando o rango da galera, que chega esfomeada da escola!!! rsrs
        Te conto se o meu deu certo!

  8. Lau diz:

    Cath, os copos de iogurte daqui tem geralmente 150 gr, tem que completar os 170 gr ou dá certo se eu fizer com os 150 gr, tipo: 2x 150 de Trigro, 2×150 gr de Acucar, …? O que eu fiz agora a pouco completei e fui pesando os ingredientes com a balanca 🙂 beijos

    1. cathvale diz:

      E ai, deu certo? Eu já fiz com tamanhos de copos diferentes e deu certo, só tem que observar se não fica ovo demais para massa de menos, mas, sinceramente, acho que não é o caso. Conta aí!!! Bjs!

      1. Laudenice diz:

        Menina, se eu for contar vai virar um blog kkkkk errei horrores na hora de fazer o bolo, mas acho que poderias mudar o nome do bolo para bolo guerreiro 🙂 ficou uma delicia, apesar de eu ter colocado 50 gr de trigo integral (percebi na hora que nao tinha mais trigo em casa), coloquei o dobro de óleo pq nao prestei atencao na receita, e preciso prestar mais atencao no que se refere ao termo “metade” pq acabou ficando pouquisso chocolate kkkk mas o melhor ainda nao contei, li o teu blog e fiquei com desejo de fazer e comer o bolo, entao corri pra cozinha e comecei a fazer, quando fui programar o fogao percebi que nao ficaria pronto ateh eu ter que ir buscar a Miriam no Kindergarten, resultado, tive que desligar o forno dez minutos antes de ficar pronto, e deixei o bolo no forno, depois de meia hora (tempo que precisei pra ir buscar a Miriam) religuei o forno e deixei mais 15 minutos dentro. Tadinho do bolo, sofreu muito 🙂 mas ficou lindo, e uma delicia :D:D:D:D

      2. cathvale diz:

        Hhahahahahahahaha morri de rir 🙂 Eu já sai de casa uma vez e deixei o forno ligado (perigoso, eu sei!), mas o pudim tava assando… Marcus quase me mata! E tu, desligou e depois ligou de novo! Realmente, esse bolo merece ser re-batizado como “Bolo Guerreiro”, mesmo a gente errando, ele fica gostoso 😉 Beijos!!!

  9. Carolina diz:

    Acabei de tirar do forno. Ainda não provei e já estou apaixonada! Feito super rápido com a ajuda do pequeno de 2 anos. Que cheiro maravilhoso!

    1. cathvale diz:

      Que legal, Carolina! E aí, gostou?! Bjs! (=

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s