Inspiração culinária e uma receita de bolo: o que é original?

Uma das razões pelas quais relutei em postar receitas no blog é pelo fato de não criar receitas. Atualmente, sempre que publico procuro dar a referência, para que você saiba de onde veio a ideia. Eis que, ao preparar um bolo de café, cheio de temperos e de adaptações minhas, fiquei pensando “mas afinal, o que é mesmo uma receita original?”

BoloCafe_11

Não sei se são os textos que tenho lido sobre plágio, se foi a comédia que falava também sobre o bloqueio criativo de um chefe (Como Um Chefe – França, 2011), o livro sobre culinária ou se foi tudo isso junto, agregado à minha incapacidade quase inerente de seguir receitas. Só sei que falar de criação culinária e de receitas originais é algo muito delicado. Especialmente nos dias de hoje, com a internet nos possibilitando tantos cardápios e passo-a-passo de inspiração.

BoloCafe_01BoloCafe_02Nas minhas aulas de culinária faço questão de esclarecer que não estou ali para passar receitas, mas sim para tirar dúvidas, esclarecer técnicas, dar dicas, trocar experiências. Hoje em dia, com a super valorização pelo que é único, exclusivo, gourmet e premium, valoriza-se mais o que é não é comum e usualmente complicado. Para aproveitar a moda da gourmetização é comum acharmos receitas praticamente iguais, mudando um único ingrediente, sendo apresentadas como autorais. Isso assusta quem não é ainda tão próximo das panelas e do forno, por achar que não sabe criar nada. Isso gera pressão maior em quem gosta de cozinhar, imagine então quem vive de cozinhar?

BoloCafe_04Chefes de cozinha são obrigados a se reinventarem, a criarem coisas novas a cada estação (texto em inglês muito interessante sobre o tema). Não muito diferente da moda, lançam coleções com marcas, para destacarem seus restaurantes dos demais. Para tornarem-se únicos. Exclusivos. Gourmets. (Entrevista com Massimo Botura sobre inspiração culinária)

Não vivo de cozinhar, não tenho que lançar coleção nova de cardápio logo, não tenho muito com o que me preocupar. Eu adoro experimentar coisas novas e buscar inspiração em lugares diferentes. Mexo em receitas, adapto métodos, faço testes. Mas criar mesmo? Acho que não. Ou será que sim? E você?

BoloCafe_05Bom, inspirada por umas gotas de chocolate que queria usar e uma tarde chuvosa, resolvi buscar uma receita de bolo. Após folhear alguns livros, encontrei a receita perfeita. Originalmente sem gostas de chocolate na sua lista de ingredientes.  Deixo aqui a receita original e a adaptada por mim. Teste as duas. Mude e faça a sua. Se inspire, sem medo de ser ser ou não original.

BoloCafe_06Uma nota final sobre a minha versão, ela resulta em um bolo que cresce menos e fica menos fofo, típico de massa com manteiga. O uso da gordura vegetal hidrogenada (GVH) ajuda a manter a uniformidade da massa. A GVH não tem tem água na sua composição, a manteiga tem. A Manteiga derrete mais rápido que a GVH. E o que para mim é crucial, a manteiga acrescenta sabor ao preparo, a GVH, não, e via de regra. Não vou entrar aqui no que é mais saudável ou não. Em casa, no geral, dou preferência a manteiga e óleos vegetais (girassol e coco, principalmente). E o que é mesmo a gordura vegetal hidrogenada? De forma bem simples, é a margarina. Foi criada pela indústria alimentícia como uma alternativa a gordura animal, de maior durabilidade.

Seguem as receitas. A original e a versão. A inspiração para um café da tarde delicioso.

Beijos cheios de inspirações!

BoloCafe_09Coffee Spice Cake ou Simplesmente Bolo de Café Temperado

adaptado do All Cakes Considered, da Melissa Grey

BoloCafe_03#Ingredientes

  • 3/4 de café forte, frio – eu uso espresso
  • 3/4 de gordura vegetal hidrogenada – eu uso só manteiga sem sal (150g)
  • 1 1/2 de açúcar mascavo – eu uso esse ou o demerara, gosto com ambos!
  • 1/4 de melado de cana – eu uso maple ou maple misturado com mel
  • 3 ovos grandes – uso de galinha caipira, então nem sempre são grandes 😉
  • 2 1/2 xícaras de trigo branco – eu uso pelo menos 1/2 de integral
  • 3 colheres de chá de fermento
  • 1 1/2 colheres de chá de canela em pó
  • 1/4 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1/4 colher de chá de gengibre em pó – uma vez não usei e mesmo assim ficou muito bom! Mas normalmente, sempre uso
  • 1/4 colher de chá de cravo em pó – moído na hora ou em pó, uso ambos
  • 1/4 colher de chá de noz moscada em pó – sempre ralo na hora
  • 1/4 colher de chá de sal
  • 1/4 de gostas de chocolate meio amargo (não está na receita original)

BoloCafe_10#Preparo:

  1. Prepare o café. Eu já fiz com café coado, bem forte, mas prefiro tirar da máquina. Se você tem Nespresso, pode tirar uma xícara grande e uma 1/2. Gosto de usar o Ristreto. Deixe esfriar (as vezes coloco na geladeira para acelerar o processo).
  2. Pré-aqueça o forno a 180ºC.
  3. Bata a manteiga (hoje em dia faço essa receita só com manteiga) em velocidade média na batedeira e acrescente o açúcar. Quando acrecentar todo o açúcar aumenta a velocidade para média-alta e bata até a mistura ficar bem cremosa.
  4. Reduza a velocidade e acrescente o maple e os ovos, um por vez. Gosto sempre de dar cerca de um minuto de intervalo entre um ovo e outro.
  5. Em outra vasilha, misture os secos: trigo, fermento, bicarbonato e temperos. Peneire todos, isso ajuda a farinha a ficar mais solta.
  6. Acrescente 1/3 dos ingredientes secos e 1/4 do café, bata em velocidade média até incorporar bem. Repita outras duas vezes. Não bata demais a massa, somente o suficiente para incorporar os ingredientes. Isso evita que a massa fique pesada.
  7. Por fim, com o auxílio de uma espátula, coloque as gotas de chocolate e incorpore.
  8. Coloque então a massa em uma forma redonda. Eu gosto de usar forma com furo, grande, de pelo menos 23 cm de diâmetro. E gosto de untar e polvilhar com trigo minha forma, mesmo ela sendo anti-aderente.
  9. Leve para assar por 40 – 45 minutos. Espere cerca de 10 minutos antes de desenformar. Polvilhe com açúcar de confeiteiro para servir. Ou não 😉

CommeUnChef

6 Comments Add yours

  1. Vera Souza diz:

    Olá, td bem?
    Adorei essa receita, vou correndo pra cozinha fazer, mas, não tenho maple, tem algum produto que posso substituí-lo?
    Grata

    1. cathvale diz:

      Olá Vera! A receita original foi feita com melado de cana. Eu prefiro maple. Mas já fiz com maple misturado com mel. Assim sendo, você pode usar melado, mel ou xarope de milho escuro (esse eu particularmente não gosto). Se não tiver nenhum desse, acrescente mais duas colheres de sopa de açúcar mascavo. Espero que goste! (=

  2. DIVINAVENÂNCIO diz:

    Olá, descobri teu blog hoje (agorinha) e tô aqui me deleitando…nem tirei minha soneca pós almoço,rsrsrs. Me tire uma dúvida : Essas frações são de uma xícara? qual a medida da tua xícara?
    3/4 de café forte, frio – eu uso espresso
    3/4 de gordura vegetal hidrogenada – eu uso só manteiga sem sal (150g)
    1 1/2 de açúcar mascavo – eu uso esse ou o demerara, gosto com ambos!
    1/4 de melado de cana – eu uso maple ou maple misturado com mel

    Ha…estava lendo o post sobre as MFP que quebraram e vc resolveu com tua batedeira TOP. Eu nunca tive MFP e não tenho nem uma Planetária, eu faço uns pães com massa mole (não precisa sovar). Me identifiquei muito com vc, pq nunca consigo ser fiel a uma receita, então faço criações/adaptações mirabolantes. Às vezes dá certo, outras não, mas acabo consumindo, moro sozinha e não vou desperdiçar, né? Pelo menos são bem nutritivos e saudáveis,
    Se for do teu interesse, te envio algumas, aí vc faz a tua versão, posta aqui e me cita no blog. Se já sou chata, vou ficar insuportável, kkkk. É só dizer pra onde envio. (TEXTÃO, NÉ?, AFF)
    Bjão.
    PAZ E LUZ!

    1. cathvale diz:

      Olá! Obrigada pela visita 🙂 Sobre as medidas, sim, são de uma xícara. Vou até atualizar isso na receita, bem observado. A xícara que uso é a “padrão americano”, tem um post aqui sobre isso em “copos medidores”. Quanto a MFP é verdade que uso minha batedeira, mas tem receitas que dispensam sova, também sou adeptas a essas 😉 Se quiser compartilhar alguma, pode mandar! Bjs!

  3. Eveline diz:

    Isso de criação de receitas é bem complicado mesmo…. Eu sempre procuro coisas novas mas depois que aprendo a fazer começo a fazer minhas adaptações…. Meu bolo de chocolate mesmo, eu aprendi a fazer com uma receita que vinha nas embalagens de trigo da marca Sol. Depois que aprendi a fazer deixei a receita de lado e agora eu altero conforme a quantidade de bolo que quero fazer. É a mesma receita da embalagem? Não porque já mudei várias coisas. Pode ter outra receita por aí igual a minha? Provavelmente sim, se tiver alguma em que a quantidade de leite e de cacau em pó é no olho então tem rs

    1. cathvale diz:

      Já diz o ditado: nada se cria, tudo se copia… 😉

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s